Nissan: Mexicano é o vencedor do "Nissan GT Academy Race Camp 2016"

Posted on 31. Oct, 2016 by in Nissan Canada

  • Prêmio é vaga no programa “Driver Development Nissan” e correr as 24 Horas de Dubai de 2017, em janeiro

Silverstone, Reino Unido – Johnny Guindi Hamui, do México, realizou seu sonho de entrar no mundo do automobilismo profissional ao vencer a final internacional do Nissan PlayStation® GT Academy no circuito de Silverstone, no Reino Unido.

Aos 22 anos, o estudante de engenharia superou outros 35 jogadores de chosen do diversion Gran Turismo® de todo o mundo, ganhando um lugar no programa de Desenvolvimento de Pilotos da Nissan e também uma vaga nas 24 Horas de Dubai 2017, ao lado de Jann Mardenborough, vencedor da “Nissan GT Academy de 2011”.

A decisão foi tomada depois de oito dias competição no Race Camp, no Reino Unido. Os jurados decidiram-se por Hamui pelo seu ritmo consistente, por ter se adaptado bem ao longo da semana, bem como sua disposição para ouvir e assimilar todos conselhos dados, além, claro, da garra demonstrada durante todo o evento.

Em um novo formato este ano, o Race Camp chegou ao fim com uma corrida de resistência de 16 voltas no lendário circuito de Silverstone, Inglaterra, com dois competidores de cada um dos seis “territórios” do mundo participante na corrida final. Em anos anteriores, os mentores selecionavam apenas um competidor para disputar a corrida, mas neste novo formato foi possível ter um olhar mais aprofundado sobre como um número maior de competidores se sai nesse grande evento.

Quando a corrida começou, o México rapidamente largou na frente e liderou na primeira curva. No entanto, eles foram ultrapassados por uma rápida retomada de Mohamed Wally, do norte da África, que assumiu a liderança e construiu uma lacuna na sua passagem de 11 voltas. Competindo, o México substituiu Enrique Manjarrez por Hamui, que, em duas voltas, já tinha a volta mais rápida da corrida.

Quando o competidor da África parou, Hamui reduziu completamente a diferença e os dois partiram para a primeira curva lado a lado. Depois, o competidor do Norte da África emergiu, Hamui, então, assumiu e consolidou a liderança antes de ver a bandeira quadriculada.

“Essa vitória vai demorar um pouco para ser assimilada, tamanha alegria! Tem sido uma experiência incrível, seriamente desafiadora, e tive a melhor experiência da minha vida. Durante a corrida, estava tão concentrado em fazer um bom trabalho que as minhas 11 voltas no carro passaram muito rápido”, afirmou Hamui.

A jornada do vencedor com a Nissan começa imediatamente: irá a pista em um evento no circuito de Brands Hatch, neste fim de semana, com a equipe RJN Motorsport, da Nissan. A RJN Motorsport dirige a participação da Nissan nas Blancpain Sprint e Endurance Series em toda a Europa, e, também, será a equipe por qual Hamui vai correr no evento Dubai no Nissan 370Z GT4 NISMO.

“A última corrida foi simplesmente fenomenal”, disse Mike Carcamo, diretor da Nissan Motorsport. “Tiramos o chapéu para todas as equipes que fizeram um grande trabalho com o novo formato de dois pilotos. Tudo foi preparado para que fosse uma corrida muito emocionante. Johnny fez um grande trabalho em sua segunda passagem, assumindo e impulsionando o time. Este foi um cenário de corrida da vida genuine e outro grande ano para a GT Academy!”

Hamui ganhou seu lugar no Race Camp dentre as centenas de milhares de jogadores de Gran Turismo que entraram na competição em todo o mundo. Depois de ter ganhado a final nacional da etapa do México, ele chegou a Silverstone como um dos seis competidores para representar o país, ao lado de 35 concorrentes internacionais, em geral, divididos em seis grupos territoriais. Cada grupo formou um vínculo com seu juiz de território, que atuou como um mentor, mas que depois teve de tomar as decisões difíceis quando se tratava de eliminações.

A ação em pista teve início na quarta, dia 26, com seis finalistas da Austrália, Indonésia, México, Norte da África, Filipinas e Tailândia. Ao longo do Race Camp, vários desafios surpresa foram jogados, incluindo cursos, gincanas de corridas de eliminação, corridas de praia em Nissan GT-R e uma prova de stock car conduzindo um Nissan March, que decidiram a colocação da largada para a corrida final de hoje.

O Race Camp 2016 foi um marco por ter tido a primeira finalista do sexo feminino e o competidor mais velho a chegar à final. Elysse Menorca, de 22 anos, das Filipinas, ganhou aclamação enorme dos juízes por sua atitude e determinação e chegou ao terceiro dia da competição, no qual quase foi eliminada em uma corrida com um Nissan Juke RS NISMO. Enquanto isso, Kanokphan Wathanakitanan, de 46 anos, da Tailândia, foi consistente durante todo o caminho na competição até ser eliminado na final desta semana.

 

# # #

Tags: ,

Comments are closed.