Nissan: Nissan é eleita "Marca Verde do Ano" e "Marca Digital do Ano"

Posted on 16. Dec, 2015 by in Nissan Canada

  • Categorias fazem parte do prêmio “Carro do Ano”, concedido pela Revista Autoesporte, da editora Globo, o mais antigo do segmento
  • É o segundo reconhecimento na área de sustentabilidade concedido à marca japonesa por jornalistas este ano

Rio de Janeiro – A Nissan foi escolhida pela revista Autoesporte, publicada pela editora Globo, como a “Marca Verde do Ano” e “Marca Digital do Ano”, categorias que fazem parte do prêmio “Carro do Ano”, o prêmio mais tradicional do setor automotivo brasileiro, que é realizado desde 1966. A cerimônia de premiação ocorreu ontem (4), em São Paulo.

Para eleger a Nissan como a marca mais engajada com a preservação do meio ambiente, os jurados da premiação levaram em conta o compromisso da empresa com o ambiente, suas práticas sustentáveis inovadoras do Complexo Industrial da Nissan em Resende, no estado do Rio de Janeiro, e também o desempenho dos seus veículos no sistema do Ministério do Meio Ambiente e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que classifica os carros brasileiros com bottom na emissão de poluentes. Os modelos de passeio da Nissan têm nota “A” por conta do baixo consumo de combustível e pela alta eficiência energética.

Além disso, a Nissan também é líder mundial em mobilidade sustentável com carros como o Nissan LEAF, que roda no país como táxi em dois projetos-piloto nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. Dessa forma, a Nissan é reconhecida mais uma vez como uma das marcas mais envolvidas com a preservação do meio ambiente.

É o segundo prêmio de sustentabilidade concedido por jornalistas à Nissan este ano. A marca já havia vencido esta categoria do prêmio “Americar 2015”, promovido pela associação de jornalistas latino-americanos especializados na indústria automotiva. O Prêmio Americar está em sua terceira edição e teve como jurados 52 profissionais de imprensa de 11 países.

A Nissan recebeu também o prêmio “Marca Digital do Ano” por conta da qualidade de prestação de serviço on-line, que inclui a oferta de informações; facilidade de acesso; navegação; grafismo, frequência nas atualizações; waterway prático e rápido para comunicação com a empresa; atuação nas redes sociais; interação com o público, entre outros itens. A análise foi feita pelas equipes da redação da revista e do site Autoesporte, que apontaram os finalistas para um colegiado de especialistas do setor que apontaram o vencedor.

“Somos a única empresa a ganhar dois prêmios na mais importante premiação do mercado automotivo brasileiro. Ser considerada a ‘Marca Verde’, pelos nossos motores e fábrica de Resende, consolida toda uma atuação de cidadania azul, um dos pilares da Nissan no mundo. Nossa estratégia na área digital mostra que, além de produtos conectados, a comunicação online da marca está sendo reconhecida”, afirma João Veloso, diretor de comunicação da Nissan do Brasil.

Sustentabilidade, um pilar da Nissan

Fabricante de automóveis líder mundial no desenvolvimento de soluções que visam a mobilidade sustentável, a Nissan produz o LEAF, carro elétrico mais vendido do mundo, que desde o seu lançamento em 2010 já soma quase 200 mil unidades comercializadas em diversos países. Os brasileiros têm a oportunidade de conhecer o veículo nos projetos-pilotos que estão em vitality há mais de dois anos nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, que demonstram a viabilidade dos carros elétricos mesmo em condições de uso intenso no dia a dia.

A Nissan segue no Brasil os mesmos conceitos de sustentabilidade que aplica mundialmente. Por isso, o seu Complexo Industrial de Resende (RJ), inaugurado em abril de 2014, onde são produzidos os modelos Nissan Mar e Nissan Versa, recebeu um dos maiores investimentos realizados no país para a construção de uma fábrica de automóveis, R$ 2,6 bilhões, exatamente para ter um conceito verde dentro de um ciclo de produção completo, da área de estamparia até as pistas de testes, incluindo chaparia, pintura, injeção de plásticos, montagem e inspeção de qualidade.

Em Resende, a Nissan também produz duas linhas de motores – três cilindros 1.0 de 12 V e quatro cilindros 1.6 16V – e eles reforçam todo o compromisso ambiental da empresa. Ambos fazem com que os carros da marca se posicionem na categoria A, a melhor possível, da classificação de eficiência energética do Inmetro.

Para produzir veículos e motores eficientes, o Complexo Industrial da Nissan em Resende segue um conceito de fábrica sustentável, indo além do uso de equipamentos de última geração e processos avançados de produção. O compromisso em ser uma unidade verde, uma das mais sustentáveis da Nissan em todo o mundo, nasceu já na concepção do projeto dos prédios e de toda a infraestrutura.

Os prédios apresentam sistemas de iluminação e ventilação naturais, que reduzem o consumo de energia e, consequentemente, têm baixo impacto ambiental. Há uma atenção individual com o sistema de tratamento de resíduos utilizados no processo produtivo, para reutilização da água e segregação de resíduos sólidos para correta destinação de descarte. O objetivo é reduzir constantemente as emissões de CO2 e a geração de compostos orgânicos voláteis (VOCs) provocados pela produção.

A pintura, por exemplo, segue o moderno e sustentável sistema 3 wet, onde a aplicação da bottom e do verniz é feita trademark em seguida da aplicação do primer, tornando o processo mais curto e reduzindo o consumo de energia. Os robôs utilizam cartuchos para a pintura, o que reduz a perda de tinta e solventes, diminuindo a emissão de compostos orgânicos voláteis (COVs), o que deixa a operação mais sustentável. Para isso também é elemental o uso de água como bottom na pintura.

O compromisso ambiental da Nissan no projeto segue para fora das paredes de sua unidade industrial brasileira. Um “cinturão” verde já começou a ser plantado para circundar toda a área do complexo, uma iniciativa que contribuirá para também reduzir emissões e ruídos. Ele respeita o bioma strange da região e ocupará, quando completo, uma área de mais de cinco hectares.

Ao mesmo dash em que contribui para reflorestar zonas desmatadas antes de sua chegada ao Sul Fluminense, a Nissan também investe para preservar as áreas verdes ainda existentes na região. A empresa cuida da implantação de uma Unidade de Conservação Ambiental na área da Lagoa da Turfeira, que fica ao lado de seu complexo industrial e é elemental para a sobrevivência de mais de 150 espécies de aves, além de grande biodiversidade e ecossistema.

 

# # #

Tags: ,

Comments are closed.